Menu:

Vôo solitário,
Como solitária é a noite.
Cruzo miríades de estrelas,
Mas não me encontro em nenhuma.






 
Sites relacionados:

arrow CincoVentos Ensemble
arrow Femusc
arrow Tove's Artquilts
arrow Meu site antigo



 
Pesquisar:


you can use AND, OR, NOT operators for your search


Yes, I could keep on walking by this endless narrow streets,
Vainly failing to find myself among these cloudy faces.

I could softly drop a tear for each and all those stolen years
When I lost my sanity, my judgement, my only self

And I could whisper a pray for all those memories,
All those shadows I left behind in this nonsense journey.

I want a sign.
I want some light on this dark feelings,
Some fresh air out of this swampy world.

And for just a glimpse, I think I'd like to see you again...

23 Sep, 2007 - thomas Comentários: 1112



O Rio de Janeiro continua lindo
O Rio que, já lento, continua rindo

O Rio que lamento, o Rio que prescindo

O Rio de Janeiro continua sendo
O Rio de desalentos, de torpor, de ranço
Um Rio de preconceitos, de temor, soluços

Alô, Alô Teresinha! Sai do terraço!
Antes que o aterro do flamengo vá pro espaço
E da bala o estilhaço lhe arranque um olho, um braço...

O Rio que já nem lembro continua fondo...


15 Jul, 2007 - thomas Comentários: 740



(outro texto de 2002, do Travel Journal)

Como a Física se aproxima da Arte?

Na medida em que exprimimos o impalpável, em que negociamos com a imponderabilidade do pensamento.

Traduzir Física em Palavras.
Traduzir sentimentos em Arte.

Todos somos Traidores.

(hommage a Lorenzo Mammi)

29 Jun, 2007 - thomas Comentários: 654



Três poemas curtos, que escrevi há 5 anos...

Ontem

Sinto o peso do passado.
Tenho consciência dos passos que dei.

Desejos de arrependimento.
Saudades de Momentos.

Mas já não pertenço ao que se foi.

Foi-se.
Já não é.

[read more]


29 Jun, 2007 - thomas Comentários: 2118