Menu:

Vôo solitário,
Como solitária é a noite.
Cruzo miríades de estrelas,
Mas não me encontro em nenhuma.






 
Sites relacionados:

arrow CincoVentos Ensemble
arrow Femusc
arrow Tove's Artquilts
arrow Meu site antigo



 
Pesquisar:


you can use AND, OR, NOT operators for your search

Algumas poesias recentes...

E era tudo tão simples...
Era o viver um soltar-se ao vento,
O peito a proa a rebentar as ondas,
Cortando o mar ao sabor do destino...

Então um dia cruzaste meu caminho -
Misto de suave brisa e redemoinho afoito,
Varre o meu convés torcendo meus panos,
Me envolvendo em seus sopros, perdendo o meu tino...

E antes que eu me dê conta, minha antes simples vida
Conspira contigo e me faz refém de seus caprichos,
Dona que és enfim dos segredos de meu peito;

Porque agora é em ti que me solto (aos ventos),
É por ti que atravesso os mares,
E é de ti que faço o meu Norte...

20/10/2007

08 Apr, 2008 - thomas - visto 77127x



  • Deixar comentário

This item is closed, it's not possible to add new comments to it or to vote on it