Menu:

Vôo solitário,
Como solitária é a noite.
Cruzo miríades de estrelas,
Mas não me encontro em nenhuma.






 
Sites relacionados:

arrow CincoVentos Ensemble
arrow Femusc
arrow Tove's Artquilts
arrow Meu site antigo



 
Pesquisar:


you can use AND, OR, NOT operators for your search

Eu? vou estranho, como nunca e como sempre...
Apegado ao vazio que me preenche,
Inalando dor, exalando acalantos...

Sou filho do vento que me carrega,
Hirto de tantos princípios,
Frouxo de rir...

Talvez um dia, um raio de sol me pesque! me
Ilumine por um instante e me faça ser não só
Filho do vento, mas
Brisa que acaricia os rostos,
Que refresca os ares,
Que faz sentido...

06/09/2009

06 Sep, 2009 - thomas - visto 64092x



  • Deixar comentário

This item is closed, it's not possible to add new comments to it or to vote on it